terça-feira, 25 de novembro de 2008

Quebra de conceitos...


Viajar para a Índia é mergulhar, é sentir e vivenciar profundamente de tudo aquilo que não se aprende nos livros, nos filmes, documentarios e depoimentos...

Aprendi muita coisa nas viagens que fiz. Conheci pessoas maravilhosas, outras chatas de mais...Excuse...Where are you from? Do you like Índia? How many times do you were here?


Essas perguntas você ouve quase que o dia todo. Os indianos ficam extremamente curiosos e querem conversar nos lugares e momentos mais inapropriados possíveis. Você não tem quase sossego.

Ir a Índia é quebrar seus paradigmas, conceitos e tudo mais...Ninguém volta de lá igual....
É tudo em excesso. Cheiro, tempero, barulho, gente, sujeira, vaca, macaco, espiritualidade, tecido, jóia, massagem, cores, muitas cores......tudo estimulando demais seus cinco sentidos....

Enlouqueci vendo tanta pulseira, tanto tecido. Passei muito apertos, mas vi muita muita coisa boa.

Tive vontade de sair correndo, fugir, pedir aos indianos um pouco de paz, espaço, privacidade...Mas era impossível...Estava na Índia....
Sentimentos diferentes, confusos. Só sei de uma coisa: A Índia me transformou, me ensinou muito . Saí de lá uma outra pessoa, mais leve, mais aberta e com menos frescuras...

Esta foto aí em cima foi no meu primeiro dia na Índia em 2005. Eu e meu marido estávamos indo para Aurangabad, e como ele já conhecia um pouco da Índia, comprou uma passagem de trem na classe comum....Aiiiii.... Pois é ..e lá fui eu sem ter a menor noção do que me esperava...Oito horas sentada, na mesma posição, sem se mexer..caso contrário...ficaria em pé...ou sentaria com milharesss de indianos no chão.

O banco que era para duas pessoas, de tempos em tempo, era dividido por 3, 4 ou 5 pessoas..um aperto terrível..,é claro..só eu estava incomodada...as indianas? que nada!!! ... na maior tranquilidade...

Depois que relaxei com tanta novidade, acabei dormindo de tanto cansaço..e é claro ..minha companheira de banco, aproveitou e dormiu sobre meu ombro... E meu marido que estava no banco da frente não perdeu a oportunidade de registrar o momento que só vi depois ...

Muita saúde e paz

3 comentários:

Anônimo disse...

Belo relato

Parabéns

Silvia

Mitch disse...

Laura, amei o teu texto... Tenho uma imensa vontade de conhecer a Índia e você fez com que eu sentisse um pedacinho de lá com suas belas palavras e descrições... Aliás, o teu blog é maravilhoso, parabéns!

Laura Pires disse...

Olá Mitch.
Obrigada pelo comentário. Fico feliz em saber que as pessoas estejam gostando do blog.
Qualquer dúvida, sugestão é só escrever.
Um grande abraço e muita saúde

Laura