segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Um bom restaurante



Na minha primeira viagem à Índia tive bastante receio de fazer minhas refeições na rua. Procurava sempre comer nos hotéis, já que as pessoas diziam ser periogoso e arriscado tentar um restaurante desconhecido.

Depois que você passa a conhecer melhor o lugar, recebe indicações, tudo começa a ficar mais simples e principalmente saboroso.

Em uma das viagens que meu marido fez para Mumbai, descobriu um restaurante muito simpático e limpo. Ele testou a comida e nada aconteceu...ufa!!! Ainda bem!!! Assim, resolveu me levar para comer lá.

Temos ido lá em todas as refeições, pois a comida é fantástica. Tem um sabor maravilhoso ... A cada dia testamos um prato diferente. É um restaurante vegetariano, com comidas indianas, chinesas e alguns lanches rápidos como hamburger vegetariano e sanduíches de queijo e tomate.
O preço também é muito bom... dá para se fazer uma boa refeição para duas pessoas com aproximadamente 280,00 rupias, ou seja, 15 reais. Claro que você também pode comer por 120 reais em restaurantes mais luxuosos, mas dificilmente o sabor será melhor, talvez igual.

Caso alguém tenha interesse de vir a Mumbai ou já está de viagem planejada, não deixe de ir lá. O restaurante por fora não parece grande coisa, como tudo na Índia. As vezes entramos por uma portinha empoeirada para descobrir um mundo completamente diferente do lado de dentro.
O restaurante SHUBH SAGAR fica no Colaba (bairro do Gate of Índia), na rua Mistry Chambers, perto do cinema Strand.

Na primeira refeição que fizemos pude assistir um cena inspiradora. Era o final da tarde e o dono do restaurante se preparava para abrir os negócio para o público que viria jantar.
Escolhemos uma mesa perto do caixa, onde ficava o proprietário e seu altar religioso. Em determinado momento todos os garçons viraram-se para o altar e o dono passou a proferir um canto religioso num tom ritimado, baixo e suave, enquanto segurava em uma das mãos um maço de incensos acessos. Retirou de uma sacola colares e pétalas de flores para decorar seu altar. Depois dirigiu-se para outra extremidade do restaurante, onde havia uma estátua dourada de Ganesha, o deus da proteção dos negócios e da prosperidade. Fez uma reverência decorando-o com flores.

Tudo isso acontecia, enquanto a fumaça dos incensos emanava um perfume delicado no ambiente.

Paz e saúde a todos.

Nenhum comentário: