terça-feira, 24 de março de 2009

Medicina Ayurvédica e Alimentação.





O QUE É COMER A COMIDA CERTA? O QUE É ALIMENTAÇÃO AYURVEDA? O QUE É COMER SAUDÁVEL? O QUE DEVO COMER? QUANTAS VEZES DEVO COMER DURANTE O DIA? QUAIS OS MELHORES ALIMENTOS SEGUNDO O AYURVEDA? POSSO COMER CARNE?.....


Estas são questões que intrigam, geram discussões, estudos e apresentam uma série de recomendações dependendo da linha do profissional que indica. Alguns afirmam que deve-se comer muita carne todo dia, outros um frango ou peixe grelhado é o ideal, outros ainda dizem que devemos beber vinho, café todos os dias, enquanto que outras visões proibem cada um desses itens.

A experiência e conhecimento que tenho é com o Ayurveda. Além de vivenciar verdadeiramente toda esta medicina, incluindo alimentação, estou terminando uma formação em Terapias ayurvédicas, e me dedico várias horas do meu dia pesquisando e estudando o Ayurveda.

Pelo Ayurveda a cura e prevenção das doenças é perpassada por uma série de comportamentos que devem ter ao longo de nossa vida. Estes incluem dieta, uso de ervas, prática de yoga, pranayamas, meditação, massagens e um estilo de vida tranquila e sem exageros.

A dieta é um dos fatores mais importantes. Os alimentos podem curar ou adoecer nosso corpo ou nossa mente. Ás vezes os efeitos não são imediatos, acontecem mais a frente, e muitas vezes as pessoas não conseguem relacioná-los.


Comer saudavelmente para o Ayurveda implicada uma série de recomendações. Nada impossível de se fazer. Até bem pouco tempo, nossos pais, avós ou nós mesmos, dependendo da idade e/ou região em que vivemos, tivemos a oportunidade de seguir muitas das recomendações.

Hoje, por questões de "praticidade", apelo das propagandas, desejo de consumo de artigos diferentes passamos a consumir alimentos nada saudáveis para o nosso organismo. De acordo com o Ayurveda para uma alimentação saudável devemos primeiramente saber escolher nossos alimentos.

O momento da visita ao supermecado é fundamental para iniciarmos uma dieta saudável. O ideal é resumir-se ao setor de cereais, frutas e verduras frescas produzidas sem nenhum tipo de agrotóxico ou pesticida.

A ingestão de alimentos enlatados (ervilhas, milhos, salsichas, creme de leite...), embalados (biscoitos, pães, molhos de tomate, maioneses, sucos de fruta, leites...), processados (queijos, hamburgueres, embutidos, nuggets, catchup...), congelados (lasanhas, pizzas, quiches, verduras, legumes, polpas de frutas...) são contra indicados, assim como refrigerantes, óleos refinados, açúcar branco refinado, adoçantes, etc...

Há alguns anos (40 anos atrás) não existia a variedade de produtos industrializados que hoje vemos nas prateleiras do supermercado. Estes produtos contém diversos aditivos e conservantes químicos, açúcares que se repetem em cada embalagem. Com isso, quando nos permetimos consumí-los livremente saturamos nosso corpo com tais substâncias químicas, que muitas vezes nem mesmo os médicos ou cientistas sabem os verdadeiros efeitos maléficos gerados em nossa saúde.

Sendo assim, nosso organismo passa a ficar intoxicado. Por exemplo, de manhã tomamos um leite de caixinha longa vida com açucar refinado, acompanhado de pão de forma, peito de peru e margarina. Todos estes ítens tiveram alguma substância adicionada em sua fabricação para terem uma durabilidade maior.

Fica claro, que no intuito de nos alimentarmos acabamos por nos intoxicarmos. Se pararmos para pensar, o mesmo se repete no almoço e no jantar. Com o decorrer dos anos vários órgãos ficam saturados e exaustos do constante trabalho de eliminar as toxinas.

Alimentar-se saudavelmete, em primeiro lugar não significa ter uma dieta específica para o seu dosha, sem carnes, com baixa caloria, sem gordura ou sem açúcar. Significa sim, saber escolher corretamente boas gorduras, alimentos naturais, frescos e nutritivos, o açúcar correto, e se for o caso, a escolha adequada da proteína animal ou vegetal a ser ingerida.

No próximo post continuo este extenso, importante e inesgotável assunto para nossa perfeita saúde e equílibrio.

2 comentários:

Beaz disse...

Muito boa a postagem. Muito interessante e valiosa. Obrigada.

Jakeline disse...

Informaçoes importantes e verdadeitras. Mas muito difícil ficar sem alimentos prontos.
é um desafio voltar as nossas origens. Comer como nossos pais comiam. Tudo comprado na feirinha do vizinho, leite direto da vaca...
Hummm. minha infância.

Jack