sexta-feira, 12 de junho de 2009

A Hiperatividade e o Ayurveda - Parte II

As crianças com hiperatividade vivem em ambientes muito ativos e com um ritmo muito acelerado. As vezes, sem perceber, os pais definiem várias atividades em que os filhos tem que estar atentos por muitas horas do dia.

A família não percebe, mas vive em um ambiente de constante ação, barulho, fala, correria, brigas, excesso de cores, estímulos constantes (Tv, rádio ligado), muita agitação. Não há espaço para paz e calma.

Consequentemente seus filhos irão crescer neste ambiente, mas sua constituição genética não está preparada para tanto esforço e agitação.

No ayurveda, a regra é simples: semelhante aumenta semelhante. Excesso de movimento agrava Vata e Vata excessivo em crianças com constituição Vata tende a gerar hiperatividade.

Todos os excessos de estímulos afetam a psique das crianças. Portanto, uma atenção redobrada deve ser dispendida a estas crianças.

Remédios alopáticos devem ser utilizados somente quando realmente necessário. Compostos de ervas ayurvédicos são bastante eficazes, mas devem ser prescritos por médicos experientes e de acordo com cada caso específico.

É importante que as crianças se habituem com uma rotina saudável e o exemplo é a melhor maneira para que tudo se estabilize.

Segundo a Dr. Jay Apte, uma médica indiana que vive nos EUA, e onde os casos de TDHA são muito comuns, existem uma série de atitudes e procedimentos que devem ser seguidos para melhorar a vida dessas crianças. Estabilizando assim os momentos de excessiva agitação e os outros sintomas de hiperatividade.

Estes vão desde simples cuidados com alimentação até exercícios, massagens e modificações na rotina diária que detalharei no próximo post.

Paz e saúde a todos.

Nenhum comentário: