terça-feira, 4 de agosto de 2009

Chás ayurvédicos para saúde


A Janaína, leitora assídua do blog, enviou um e-mail pedindo que falasse da importância do consumo de chás para o ayurveda e algumas receitas básicas para cada dosha.

Preparei mais um post com todo carinho para vocês e espero que gostem...

Para a Ayurveda os chás de ervas são fundamentais para a manutenção da saúde e devem ser tomados diariamente de acordo com seu dosha. Adquirir este hábito pode previnir doenças e manter o corpo saudável.

No Brasil, o consumo regular de café ainda tem mais popularidade. Mas a bebida feita de flores, folhas, cascas ou sementes deve entrar na rotina pelos benefícios que traz ao corpo. Há milênios o chá é indicado para previnir e tratar doenças.

A quantidade deve ser limitada, já que as ervas tem poderes medicinais, e em excesso podem acabar prejudicando o organismo.

Mas para que os benefícios sejam sentidos, é necessário regularidade. As ações devem ser constantes e equilibradas. Cada cada pessoa tem um comportamento, uma atitude e uma reação diante da mesma situação. Diferenças essas, que devem ser levadas em consideração e respeitadas...

Assim, a escolha adequada das ervas e sua ingestão devem ser específicas para cada dosha e cada momento da vida.
A absorção dos princípios ativos que cada pessoa terá ao ingerir uma determinada erva não dependerá apenas da indicação correta, mas também do plantio, da colheita, e da forma de preparo.

Um chá pode ser preparado de três maneiras: por infusão, decocção e maceração.

A infusão costuma ser indicada para flores, folhas ou frutos, mas pode-se utilizar outras partes das ervas. Quando a água alcançar fervura, desligue e mergulhe nela as partes da planta. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos. Em seguida é só coar e beber.

A decocção é o método mais adequado para cascas, caules, frutos secos, raízes e sementes. Nesse caso, as plantas são colocadas em uma chaleira com água fria. Leve ao fogão, espere ferver e aguarde de 5 a 10 minutos antes de tirá-la do fogo.

Já a maceração é indicada para plantas que se decompõem quando fervidas. Reservada as substâncias sensível ao calor, se obtêm deixando as partes da planta de 12 a 48 horas de molho dentro de água fria.

Segue aí uma receitinha de chá ayurvédico para Pitta e nos próximos posts para Vata e Kapha.


Chá refrescante para Pitta.

Proporciona um efeito calmante e de resfriamento do corpo, da mente e das emoções. É perfeito para beber quando estiver sentindo raiva, frustração, irritabilidade, excesso de calor. Para resfriar as emoções Pitta e mantê-lo tranquilo e pacífico.


Ingredientes:
2 colheres de chá de hibisco
2 cardamomos em pó
1 colher de chá de rosa branca seca
1 colher de chá de capim-limão.
1 colher de chá de jasmim.

Ferver 200ml água mineral e colocar as ervas em infusão por 10minutos.
Se desejar pode adoçar com açúcar cristal ou demerara.

Saúde e paz a todos...

2 comentários:

Samantha disse...

Experimentei o chá!!
Fica muitoooo gostoso e lindo.
As flores do hibisco deixam uma cor rosada maravilhosa.
Obrigada.
Samantha

Marcia de Castro Soares disse...

Você explicar as três maneiras de fazer os chás foi "um achado", muito obrigada.
Agora estou perdida na quantidade de água e erva-doce....