segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Prisioneiros...




Cada vez que me apronfundo nos estudos ayurvédicos percebo uma realidade diferente, um aspecto diferente, uma visão diferente, uma busca de saúde diferente.

Minha mente racional, científica, metódica, cartesiana é confrontada, desafiada, destruída... Métodos científicos, ensaios laboratoriais, regras pré-estabelecidas mostram-se na maioria das vezes, irrelevantes, falhos diante da experiência, observação e entendimento de cada indivíduo, de cada ser com suas alegrias, sofrimentos, angústias, desejos e doenças.

As revistas modernas, ensaios científicos da modernidade tratam adultos, crianças como gens, moléculas, endorfinas, encefalinas, dopaminas, noradrenalinas.....

Nossas funções, comportamentos, pensamentos, cada vez mais são analisados micro, microbiologicamente, em laboratórios, máquinas potentes, mas...isoladamente da realidade individual, familiar, verdadeira. Nos analisam por partes, fragmentos...

Se estamos com dores de cabeça, analgésico. Se estamos com um tumor na mama, removem a mama. Se estamos com gorduras excessivas, lipospiração. Se estamos em depressão, somos dopados, anestesiados, "tarjados".

E a vida continua...fora da mente, do corpo adormecido, removido, apagado da realidade, da vida, dos medos, dos problemas... ficamos esquecidos, inconscientes, ignorantes, escondidos...

Exatamente o contrário do que todos buscam, anseiam...a liberdade, o conhecimento, a igualdade.

Tornam-se todos escravos, prisioneiros da própria vida, da própria realidade, da própria experiência e de seus desejos....

Paz e saúde a todos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Reflexões são para poucos!
Nosso mundo consumista criou padrões a serem seguidos pelas pessoas, a essência individual parece não existir mais.
Esta constatação reforça minha admiração por você, que tem o diferencial e o partilha conosco.
Prosperidade em suas metas!
Cris/RJ

Fernando disse...

Gostei!
Fernando M.