quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Dicas para Esclerose Múltipla


Tenho recebido alguns e-mails solicitando um post com dicas para pessoas com Esclerose múltipla.

Dentro do Ayurveda a esclerose múltipla é considerada um distúrbio do tipo Vata, podendo também ocorrer desequilíbrios em Pitta, principalmente nas pessoas que desenvolvem sintomas nos olhos.

Os benefícios alcançados com esta medicina oriental são surpreendentes e verdadeiros. Mas tudo depende da idade do paciente, do tempo de manifestação dos desequilíbrios, das limitações, do uso de medicamentos, alimentação, etc.

Não há uma fórmula única. Não há um tratamento padrão. Existem algumas semelhanças entre os tratamentos de cada paciente. Em cada pessoa, as doenças se manifestam de forma diferente, as pessoas são diferentes, os hábitos e comportamentos são diferentes...portanto os tratamentos são individualizados para cada caso específico.

Isso que me dá muita segurança com esta medicina oriental. Somos vistos como somos, individualmente e como nos portamos em cada momento, cada situação. O que é tratado não é a doença e sim a pessoa.

Para eficácia completa e bons e verdadeiros resultados é necessário acompanhamento de um médico ayurvédico experiente e que realize os processos chamados de Panchakarma, assim como a prescrição de ervas medicinais.

Mas existem alguns hábitos que podem ser inseridos na rotina diária para começar a amenizar os sintomas da esclerose múltipla. Eu mesma experenciei e os realizo diariamente para manter o corpo saudável e equilibrado.

- Manter o intestino funcionando diariamente e livre de constipação. Para isto, pode-se beber, em jejum, um copo de água com uma colher de linhaça batida no liquidicador. Utilizar nas refeições óleo de girassol prensado a frio (não levar ao fogo), beber líquidos e evitar alimentos que gerem gases e facilitam a constipação como batata inglesa, feijão preto, carnes.

- Fazer uma auto-massagem diária com óleo de gergelim natural e puro, levemente amornado, por todo o corpo. Permanecer deitado (sem qualquer atividade) por cerca de 1 hora com este óleo e depois tomar um banho morno.

- Ter uma prática diária de yoga e pranayamas específicos que devem ser orientados e ensinados por professores experientes.

- Permitir-se um momento de relaxamento profundo por pelo menos 1 hora do dia. A meditação é o ideal, mas se for muito difícil, pelo menos, deitar ou permanecer sentado por cerca de 30 minutos e ouvir uma música tranquila, prestar atenção na respiração. Não pensar em problemas, tarefas, sonhar, desejar...apenas relaxar e observar-se.

- Ter uma alimentação totalmente vegetariana (sem carne de vaca, frango ou peixe). Eliminar da dieta todos os alimentos que provoquem gases e estimulantes como café, chocolate, bebidas alcoólicas, açúcar refinado, feijões, etc. Evitar também o consumo de alimentos crus, processados ,embalados e ainda eliminar por completo o uso de óleos refinados na preparação dos alimentos. Substitutir por manteiga clarificada (manteiga de garrafa ou ghee)

-Consumir com frequência frutas oleaginosas.

-Ter um sono tranquilo e reparador.

-Evitar atividades muito estressantes, falar demais, expor-se ao frio e ao vento. Fazer viagens com muita frequência e manter-se plugado em ativiades intelectuais por muito tempo.

Saúde e conhecimento a todos

Um comentário:

Fernanda disse...

Obrigada Querida pelos sábios ensinamantos que você generosamente partilha conosco.
Bjs