segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Sabotagem


Depois de vários posts, já temos consciência de que dietas rápidas e milagrosas são um perigo para saúde. Cada pessoa, dependendo do seu dosha, terá resultados diferentes com os mesmos hábitos alimentares e atividades, pois o metabolismo reage de maneira singular. Vimos que a escolha dos alimentos, as atitudes e nossos comportamentos são determinantes para nossa saúde, bem estar e, consequentemente, um corpo esbelto e saudável.

Agora é hora de começar a mudar atitudes, de planejar novos hábitos alimentares e comportamentais. Conhecer as limitações de seu corpo, segundo o ayurveda, e assim definir metas, estratégias e ter muita dedicação e comprometimento com si próprio.

Estava pensando a respeito da tendência humana de burlar a consciência o e criar estratégias inconscientes para não conseguir completar aquilo que estamos tentando mudar no nosso comportamento. São atitudes de medo, de perder o controle, perder padrões que já conhecemos e a dificuldade de enfrenter novos desafios, mesmo que estes sejam benéficos a nós mesmos.

Ontem pela manhã, quando voltava da praia, presenciei uma cena que ilustra muito a ideia que gostaria de passar neste post, a capacidade incosciente e consciente de sabotar atitudes de mudanças...

Em frente ao meu prédio, há uma pequena praça, onde muitas pessoas levam seus cães para brincar, crianças jogam bola, correm e se divertem. Entretanto, uma cena em especial me chamou atenção: um homem corria com grande disposição ao redor da praça e seu cão, um lindo e gorducho Golden Retriever, vinha logo atrás ofegante e lentamente seguindo os passos do dono. De repente, o cachorro aparentemente muito cansado, escondeu-se na sombra de um pequeno arbusto. O dono ao fazer a curva não encontrou o cão, mas continuou a correr.

O cachorro percebendo a atitude do dono saiu em disparada, feliz e com o rabo balançando, bem diferente do que aparentava há poucos instantes...mas para isso, ele usou a estratégia de cruzar a praça ao meio, fazendo um atalho, e se colocou em frente ao dono... correu mais alguns metros feliz e contente e novamente quando o dono fez uma nova curva...escondeu-se para cortar caminho e atravessar a praça em diagonal... o dono ria, se divertia, e mantinha sua meta, apesar do aparente cansaço e sol forte...o cachorro “esperto” sabotava a cada volta e mantinha seus velhos e “gorduchos” hábitos como muitos de nós...

Paz e saúde a todos

3 comentários:

eliscfsilvap disse...

Olá Laura;
Acabei de postar um comentário para vc.(filmes indianos)
Meu email é: eliscfsp@ig.com.br
Abraços

Bia disse...

Laura
Nada de atalhos,ne?!
Rsrsrsr
Bjs

Anônimo disse...

Oi Laura
Ah! Ah! eu pensei que fosse o Shanti...ele tambem adora fazer o mesmo com o Sathya!!
Amiga, tenho uma missão para vc ... me ajudar na maratona do teleton
Enre no meu blog e veja no post teleton e entenderá tudo!!!
conto com voçes.....
beijos
Neza