terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Poderoso Alho


Em sânscrito, alho é comumente chamado de Rasona, e em inglês Garlic. É uma especiaria conhecida e utilizada em todo o mundo. O nome botânico é Allium sativum Linn.

Não só como medicamento, mas na culinária ele é largamente utilizado. No Brasil, a grande maioria das pessoas, utiliza o alho em muitas receitas: feijão, arroz, carnes e molhos. Muitos nem sabem, mas sua utilização em determinadas preparações é essencial e importante para evitar problemas de saúde.

OAyurveda recomenda a ingestão de alho e salienta muitas propriedades terapêuticas. No ocidente, as medicinas alopática, homeopática, natural e o senso comum também reconhecem muitas vantagens e benefícios para saúde e cura de doenças através da ingestão de alho.

Existem aproximadamente 45 espécies de alho, segundo o Ayurveda, variam de acordo com as condições geográficas de cada lugar, e podem apresentar váriações de cor, odor, tamanho e sabor.

Os textos clássicos védicos mencionam alguns cuidados no consumo desta especiaria, salientando algumas restrições. Aqueles que buscam um caminho espiritual, engajados em suas práticas são proibidos de consumir alho. Praticantes de yoga também recebem orientações para não utilizá-lo na comida, porque é um estimulante da paixão, das emoções e tem propriedades afrodisíacas, opostas ao caminho yóguico e espiritual.

Como medicamento, é sabido que tem ações estimulantes, expectorante, desinfetante, anti-reumático. É efetivo para bronquites e asma. É um poderoso rejuvenecedor e pacificador de Vata. Diminui os gases intestinais e estomacais. Com potência (Virya) quente deve ser utilizado com muita cautela pelas pessoas Pitta, e somente como medicamento, em situações específicas e temporárias.

Há também excelentes efeitos na redução dos níveis de colesterol e na regularização da pressão arterial, quando esta está em taxas elevadas.

É efetivo no combate a bactérias, vírus, infecções. Dimunui febre crônica, auxilia no tratamento de doenças do sistema nervoso, anorexia, fraturas, malaria, turbelculose, etc.

Com a proposta de rejuvenescimento e cura de simples e outras ditas incuráveis doenças, o Ayurveda possui muitas referências de vários tipos de preparações que combinam o alho à outras ervas e especiarias.

As preparações podem ser feitas como sucos, pó, pastas, decocções, óleos medicados, colírios, ghee medicados, misturas alcoólicas, comprimidos, etc...
São muitas as possibilidades e tudo varia de acordo com o tipo de doença e o dosha da pessoa.

Paz e saúde a todos

domingo, 27 de dezembro de 2009

O desejo feminino


Fair and lovely fairness cream
Uploaded by inde. - Discover videos of people, family and friends.

Desta vez não tenho restrições aqui no hospital. Posso assistir Tv, ler, escrever e ir na rua.

Tenho aproveitado o tempo livre para estudar, já que aqui há uma excelente biblioteca com inúmeros livros, enciclopédias e revistas de ayurveda e sobre a cultura indiana.

Após o jantar, assisto um pouco de TV. Temos Tv a cabo no quarto com mais de 40 canais de muita vida indiana. Não entendo quase nada, pois a maioria dos programas são em hindi, malayalam ou outras línguas indianas. Mas o visual dos programas é fantástico.

O que mais chama a atenção são as propagandas. É interessante ver o tipo e a variedade de produtos que a mídia está tentando impor aos telespectadores.

Grandes marcas de cosméticos como Garnier e Ponds perceberam o grande mercado feminino indiano. Um dos produtos produzido e comercializado por estas empresas e desejado pelas maioria das mulheres do norte e centro da Índia é o Fairnes, um clareador de pele.

No Brasil, muitas mulheres são fascinadas pela cor de pele dourada. Aproveitam cada minuto para ganhar um “belo”bronzeado, expondo-se ao sol. Algumas chegam a pagar para serem “tostadas” nas máquinas de bronzeamento artificial só para ficarem morenas.

Aqui o desejo é outro: tão estúpido e inconsequente quanto das ocidentais. Aqui as mulheres desejam "embranquecer". Há uma fórmula ayurvédica que foi modificada e nela adicionada produtos químicos que geram um "embranquecimento" rápido. Em apenas 7 dias pode-se ver a diferença (dizem as propagandas).

É claro que existem
consequências maléficas. Há várias estudos e pesquisas mostrando a relação entre o uso destes produtos e casos de câncer de pele, alergias, doenças de pele, etc.. Mas as mulheres não estão preocupadas, assim como as ocidentais. Todas querem apenas conquistar uma bela aparência (de acordo, é claro, com suas própias crenças).

Fora isso, há inúmeras discussões filósóficas sobre o tema. Muitos aqui dizem que isto é uma manifestação de racismo...não cheguei ler muito sobre o assunto, mas quando tiver tempo lerei um pouco à respeito.

Adicionei o vídeo de uma das propagandas do Fairness Cream para vocês conhecerem melhor...

Saúde e conhecimento a todos...

sábado, 26 de dezembro de 2009

Ayurvedic massage


Aqui no hospital tudo correndo muito bem. Tenho recebido a visita diária dos médicos e seguido cada orientação dada.

Por enquanto tenho tido bastante tempo livre. O tratamento começou bastante calmo. Tenho tomado alguns medicamentos novos e recebido uma autêntica massagem ayurvédica feita por quatro experientes enfermeiras.

No ano passado tive a mesma massagem, mas este ano está muito melhor. Todas as enfermeiras são grandes e muito fortes, e fazem uma massagem bastante intensa.

Às vezes me sinto como uma massa de pão, sendo "sovada" constantemente e banhado por alguns litros de óleo quente.

Infelizmente não tenho como colocar fotos da massagem para vocês verem, pois é proibido fazer fotos ou filmagem de qualquer tratamento aqui na clínica.

No início a mente resiste, o corpo reclama, sensação de calor, suor, ossos batendo na maca... depois de 30 minutos a mente sede, o corpo relaxa... tudo anestesia... o cheiro das ervas penetra nas narinas enebriando, sedando... E o corpo sendo medicado, tratado para manter a saúde e as funções corretas e equilibradas...

É o verdadeiro Ayurveda...

Paz e saúde a todos

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Panchakarma no Kerala


Depois de alguns dias de mudança, tudo estabilizado novamente. Saímos de Pune e viemos para o Kerala. Nosso período em Pune foi bastante enriquecedor, apesar de tanta poluição e da água contaminada. Jamais presenciei situação igual. Fumaça o dia inteiro... Inúmeras indústrias, carros, ônibus e muita queima de lixo pela cidade. Já estava sentindo o corpo ficar saturado...

Agora ar puro e muito calor. Aqui é inverno, mas no Sul da Índia a temperatura mínima fica em torno de 25°C e a máxima de 35°C nesta época do ano. Algumas modificações estão ocorrendo devido o aquecimento global...o mundo todo está sofrendo as alterações, mas aqui há uma grande preocupação, já que as mudanças estão bastante visíveis e constantes... há chuva esporádica no final do dia, e isto é um evento inédito para esta região. As chuvas só apareciam na época das monsões.

Comecei ontem mais um Panchakarma...ficarei aqui no Hospital, a princípio, cerca de 30 dias.
Reencontrar os pacientes do ano passado, rever os amigos, enfermeiras e médicos...nem parece que saímos daqui... A diferença é que este ano o hospital está super lotado... não há nenhum quarto vago...há pacientes até nos hotéis da cidade esperando por uma vaga. Perfeito!!! Milhares de pessoas se beneficiando, curando suas doenças, tendo melhoras surpreendentes...

Fiquei muito feliz em rever uma paciente, Maya, de apenas 9 anos. Ela tem deficiência neuro-motora. No ano passado, Maya, ficava quase que todo tempo deitada, e quando colocavam-na sentada, ficava toda amarrada, pois não tinha estabilidade na coluna e sua cabeça ficava caída para um dos lados.

Após o panchakarma e remédios ayurvédicos por um ano, ela retornou... as melhoras são muito visíveis. Já permanece sentada por um certo tempo, com a coluna mais ereta e consegue dar alguns passos sendo amparada pelos pais... todos muito felizes, e mais uma vez concentrados e engajados com o tratamento e orientações dadas pelos médicos ayurvédicos.

Paz e saúde a todos...

domingo, 20 de dezembro de 2009

Merry Christmas Índia


Estou completamente impressionada com o que tenho visto aqui em Pune. Ontem, depois de sair do Instituto de Iyengar Yoga, fui conhecer um moderno shopping que abriu nas proximidades.

Logo na entrada, árvores de Natal bem decoradas, Papai Noel gigante, embalagens de presentes, música natalina e tudo mais...

Não consegui acreditar no que estava vendo. Um país de maioria hindu comemorando o nascimento de Cristo? Absorvendo a cultura cristã e convivendo pacificamente? Nada disso. É apenas Natal!!! Mas não o Natal verdadeiro, e sim o Natal do consumo. Tive a certeza quando abri o jornal deste domingo...o Natal só acontece dentro dos shoppings das grandes e internacionais marcas.

A reportagem falava que os Puneites, como são chamadas as pessoas que vivem em Pune, estão excitados com a proximidade do Natal. Pois, é tempo de felicidade, cores, presentes, sabores e comemoração. Os Puneites adoram todo tipo de festividade e o Natal é uma delas. Gostam de comemorar.

O consumismo é o único objetivo, ou melhor, Natal é o mesmo que comprar. Comprar presentes, roupas importadas, brinquedos e comida ocidental.

Fiquei decepcionada com o que li, e percebi as grande marcas internacionais (Lacoste, LG, Benneton, Nokia, Lee, Adidas, Coca-cola) tentando mudar hábitos, infiltrar na cultura local. Utilizando um marketing pesado e cruel.

Uma grande empresa de chocolates, criou chocolates em forma de árvores de Natal, Papai Noel, trufas, bombons com licores, e recheados com as mais diversas especiarias (pimenta, cardamomo, noz moscada, gengibre) para tentar ganhar o paladar indiano e conquistar os consumidores.

É o mundo moderno do consumismo tentando engolir mais uma parcela do mundo... mais consumidores, mais dinheiro, mais lucro...

Paz e saúde a todos...

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Herbologia: Aloe Vera - Babosa


Nossos dias em Pune estão quase chegando ao fim. Já estamos aqui há 1 mês, e muito conhecimento já foi adquirido.

As aulas de herbologia ayurvédica estão ótimas... conhecer profundamente as ervas mais importantes da medicina ayurvédica e aprender a utilizá-las, preparar remédios, compostos, óleos para restabelecer a saúde.

Fico muito feliz com tudo isto. O mais importante é que todo conhecimento pode ser facilmente aplicado no Brasil. Temos a facilidade de encontrar ervas nas feiras e supermercados. Podemos plantar, cultivar na nossa própria casa. Temos um país com clima ainda favorável. Nos países europeus não há tanta variedade de plantas e o intenso e gelado inverno não permite que nada cresça.

Uma das plantas mais utilizadas no Ayurveda é o Aloe Vera ( Aloe arborensis) ou Babosa, Kumari, Alóes, e é facilmente encontrada no Brasil.

Existem várias tipos de babosa, mas a considerada mais medicinal é com folhas largas e grandes.

Tem folhas espinhosas de cor verde, com o formato de lanças que crescem numa formação de roseta. Suas folhas são suculentas e repletas de uma poderosa e medicinal "gelatina".

As partes utilizadas são a gelatina interna e o líquido amarelo que escorre logo que cortamos a folha. As propriedades medicinais são muitas. Fiquei impressionada com a quantidade de indicações teraupêuticas que vão desde tratar um simples corte até problemas no fígado, hepatite, tumores abdominais, febre, gota, hemorróidas, etc...

É também considerada um poderoso regenerador e antioxidante natural. Com ações antibacterianas, cicatrizantes, e capaz de re-hidratar o tecido capilar ou a própria pele após sofrer algum tipo de queimadura.

A babosa aplicada sobre uma queimadura, ajuda rapidamente a retirar a dor e cicatrizar a área afetada. Mas deve ser aplicada fresca e no momento que ocorre a lesão.

Paz e conhecimento a todos

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Astanga Yoga em Porto Alegre



Queridos amigos e leitores, gostaria de dar uma boa dica para vocês que moram em Porto Alegre. Minha amiga Dany Sá deixou o Rio de Janeiro e agora está no Rio Grande do Sul.

Para quem ainda não pratica yoga, ou já possui uma prática mas quer ter a oportunidade de praticar com uma pessoa experiente e competente deve aproveitar.

Ela está dando aulas no Mangalam Yogashala, Rua Felipe Neri, 312 - sala 1. Para quem está em outras cidades como Rio, Florianópolis, São Paulo, regularmente a Dany ministra workshops...assim todos tem oportunidade de aprender e praticar com ela.

Outra boa surpresa é que a Dany lançou seu novo DVD, com a segunda série de Astanga. Ainda não tive a chance de assistir, mas tenho certeza que está lindo, assim como o primeiro. Para comprar é só acessar o site: www.danysa.com.br

Paz e saúde a todos...

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Educação indiana




Estamos estudando bastante por aqui. Muito conhecimento de saúde e bem-viver.. Fico muito grata por ter esta oportunidade que pode mudar ainda mais a minha vida e de outras pessoas.
Ter acesso ao estudo é uma preciosidade. Aqui na Índia por exemplo, o analfabetismo é muito grande. Segundo o governo 34,9% da população com 15 anos ou mais de idade nunca foi à escola, não sabe ler, nem escrever. O estado do Kerala, no sul da Índia, é uma exceção, 100% da população é alfabetizada.

Ontem o médico que nos dá aula de herbologia comentou que tem um filho de 3 anos e está tentando admissão em uma escola particular. O processo é lento e complicado. As pessoas que não tem condições de pagar escola e precisam de ensino público não possuem muitas vagas. Na rede particular acontece o mesmo.

O médico fez o pedido em 10 escolas particulares diferentes, e apenas duas o chamaram para entrevista. Eles avaliam o grau de escolaridade, condições finaceiras, família, religião, e uma sére de outros pontos importantes para a cultura local. Mas para concorrer às vagas (com mensalidades em torno de R$ 200,00 – caríssimo na Índia), é necessário, assim como em várias escolas públicas do Brasil, enfrentrar filas gigantes, dormir na calçada à espera de uma senha que dará direito ao processo seletivo.

Mesmo tendo formação em medicina, com pós-graduação, ambos os pais, e com boas condições para bancar o alto custo da educação, eles estão tendo dificuldades já que a cada ano as escolas oferecem apenas 50 vagas para 4000 inscritos, na idade de 3 anos.
O processo é difícil no ínicio, mas uma vez na escola, estão garantidas as vagas até a universidade, mas tudo com muito estudo e dedicação.

Saúde e conhecimento a todos.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Chave da felicidade sexual na sua cozinha


Desculpem mais uma vez a falta de posts. Tive alguns problemas com a internet.

Continuo em Pune. O curso de nutrição já acabou e agora estamos tendo aulas herbologia ayurvédica.


Ficar um tempo no mesmo lugar, observar, conversar e desfrutar do dia-a-dia na Índia está sendo muito importante. Percebo nitidamente a grande influência do Ayurveda nos hábitos cotidianos da população indiana.

Diariamente os jornais trazem colunas de saúde e bem-viver. Nada de teorias modernas, aparelhos sofisticados para retirar gordura, diminuir estrias, cirurgias plásticas ou fórmulas milagrosas. Sempre há uma orientação balanceada, focada em alimentos orgânicos, saudáveis, hábitos e cuidados diários de prevenção e cura doenças.

A reportagem de ontem teve o título "Sex on toast" - A chave da felicidade sexual está na sua cozinha!!! Um renomado chef indiano conta que é grande estudioso do Ayurveda e aplica estes milenares conhecimentos para gerar benefícios saúdaveis nos pratos que prepara. Adoreiiii!!!!

Segue então algumas dicas do chef indiano para melhorar a vida sexual de quem estiver precisando!!!


Açafrão (pistilos)

A ingestão desta especiaria serve para estimular a libido e as zonas erógenas. Adicionar um pouco de açafrão no leite de vaca e bebe-lo antes de ir para a cama. Se o leite estiver morno e sem açúcar, trará mais benefícios para o seu desempenho.


Pimenta


Apimentar a dieta para apimentar sua vida sexual. Pimentas aumentam o calor do corpo e por sua vez,o coração faz aumentar a circulação de sangue no corpo.


Amêndoas


É considerado um sinal da fertilidade. essência de amêndoa desperta desejo nas mulheres, enquanto a semente dá a força sexual para os homens. Beber leite de amêndoas ajuda a formar tecidos reprodutores de boa qualidade.


Tâmara seca com mel


Deixe as tâmaras de molho no leite por uma noite. Depois ferva e adicione mel e uma pitada de cardamomo. Beba no café da manhã. Esta receita aumenta o vigor sexual.


Paz e saúde a todos

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Especiarias do Brasil


Cominho, açafrão-da-terra, cravo, canela, gengibre, pimenta do reino, coentro, urucum, manjeriacão, todas essas especiarias são conhecidas pela população brasileira.

Quando fala-se em culinária ayurvédica indiana logo muitos imaginam que é necessário mudar completamente os hábitos alimentares e os produtos consumidos.

Alguns dizem que é caro ter alimentação saudável, outros que os produtos naturais são importados...mas estas desculpas, pelo menos para nós brasileiros é inaceitável.

Praticamente todas as ervas e especiarias que existem aqui na Índia são facilmente encontradas nas feiras livres e supermercados do Brasil. Com um olhar mais atento e focado em descobrir novos produtos (não aqueles das propagandas da TV) todos terão grandes suspresas.

O Ayurveda utiliza os alimentos para tratar e previnir doenças. Aproveita as propriedades medicinais que a própria natureza nos oferece. São hábitos e receitas simples que podem mudar nossas vidas.

Nossa cultura brasileira está cheia de conhecimento de saúde natural. Um chazinho de erva-doce para acalmar as cólicas do bebê, um chá de boldo para aliviar a indigestão, caldo de ameixa seca para acabar com a constipação.

Uma série de procedimentos simples e naturais... Isso é saúde, é Ayurveda, é bem-estar, é bem-viver.

Paz e conhecimento a todos

domingo, 6 de dezembro de 2009

Açafrão-da-terra (curcuma longa) e Açafrão (Crocus sativus)

Os nomes são bastantes similiares mais estas especiarias são bastante diferentes. No penúltimo post falei especificamente do Açafrão-da-terra (curcuma longa) e sua poderosas propriedades medicinais.




Gostaria de esclarecer que o açafrão-da-terra que em inglês se chama Turmeric e em hindi Haridra ou Haldi é da família do gengibre com folhas largas e flores alaranjadas. O pó comercializado e utilizado é extraído desta raiz da foto acima.




Já o verdadeiro Açafrão (Crocus sativus), Saffron ou Keshar são os pistilos ou estigmas de uma flor de cor violeta, originária do Oriente, cultivada na Espanha e no Paquistão e na Cachimira (Índia). O açafrão tem um preço elevado devido às dificuldades no cultivo.

É a especiaria mais cara do mundo, pois são necessárias 150 mil flores para se obter 1 kg do produto. De forte aroma, sabor amargo e coloração vermelho-alaranjada. Possui propriedades afrodisíacas, emenagogas (regulador do fluxo menstrual) e ainda melhora a circulação sanguínea.

Paz e conhecimento a todos

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Cuidados...


Desculpem a ausência de posts por tanto tempo, mas uma série de eventos ocorreram aqui em Pune. Estes me impediram de postar e responder aos inúmeros e-mails que vocês enviaram.
Primeiro, as aulas de nutrição ficaram mais intensas. Tivemos prova, muita teoria e prática. Saímos às ruas para conhecer nos mercados, os produtos indianos mais utilizados na culinária ayurvédica. Mas depois conto com mais detalhes.
Segundo, fui premiada com um protozoário e bactérias indianas. O terrível problema que afeta milhares de estrangeiros que vem para Índia. A contaminação se deu pela água e acabou gerando complicações. Tive febre alta por dois dias seguidos e os médicos ayurvédicos logo me medicaram. Mas em seguida começou uma severa diarréia. Os remédios ayurvédicos conseguiram segurar por cerca de 24 horas, mas depois de 4 dias comendo pouco, com uma diarréia intermitente, e dificuldade de me reidratar oralmente, eles resolveram que deveria ser hidratada com soro venoso, para me recuperar mais rapidamente e não perder o curso, e me levaram para um hospital alopático de seus amigos.
Fui bastante contrariada. Tive que tomar soro e antibiótico, para combater a bactéria que resistia. Foi mais uma grande experiência na Índia. Conhecer os procedimentos médicos alopáticos no país do Ayurveda. Mesmo no hospital alopático o médico chefe usou de técnicas de diagnósticos do ayurveda, observando sempre meu pulso e língua na maneira tradicional do Ayurveda.
Os médicos ayurvédicos não temem o uso de remédios alopáticos, sabem quando realmente são necessários. Em alguns momentos é preciso agir com rapidez através de substâncias químicas e os efeitos colaterais e malefícios gerados são compensados pela melhora do quadro. E os médicos alopáticos não se privam de utilizar sempre as ferramentas do ayurveda para serem mais precisos nos diagnósticos.
Agora já estou recuperada e dando continuidade nas aulas de nutrição (que na verdade nem parei) e aprendendo cada dia mais e mais...
Paz e saúde a todos