quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Quando esquecemos nossas reais necessidades - Parte II


Resolvi falar sobre as urgências naturais, pois esta é uma grande preocupação e recomendação dos médicos ayurvédicos. Muitas doenças podem ser evitadas ou aliviadas pelo simples fato de respeitarmos as necessidades do corpo.

Quando negligenciamos por "falta de tempo", por vergonha de usar o banheiro da casa de pessoas desconhecidas ou simplesmente solicitar um copo d'agua quando estamos com sede...nosso corpo "dá um jeito". Sobrecarrega, paralisa algumas funções para suportar os hábitos.

O Ayurveda lista uma série de problemas que podem ter origem por reprimirmos as urgências naturais. Vou listar aqui os sintomas mais comuns que surgem com a manutenção de hábitos incorretos. Caso não seja restabelecida as funções mesmo já sentindo alguns destes desconfortos o surgimento de doenças mais sérias é o próximo passo.

Urina: dores para urinar, inchaço na virilha, dor na região peniana, dor de cabeça.

Fezes: dores abdominais, dor de cabeça, flatulência, dores para evacuar, cãibras e rigidez na panturrilha.

Flatulência: diminuição dos movimentos peristálticos, da urina e das fezes. Distenção abdominal, fraqueza, cãibras, tontura, dores no peito e no abdomen.

Vômito: coceira, erupções ou vermelhidão na pele, inchaços pelo corpo, febre, naúsea.

Sede: secura na boca e garganta, surdez, fraqueza, dor na região coronariana.

Lágrimas: coriza, doenças nos olhos e no coração, repugnância e aversão.

Paz e muita saúde...

Nenhum comentário: