domingo, 30 de maio de 2010

Mudança de estação


Para o Ayurveda, os ritmos e as forças da natureza, a alternância do dia e da noite, o ciclo das estações, as mudanças da lua, das marés, afetam os ciclos da vida humana.
Nosso corpo está vulnerável a todas as mudanças, e muitas vezes nem percebemos estas alterações.

Não podemos controlar o tempo, as alterações climáticas que afetarão nosso corpo e nosso mente, mas podemos controlar alguns fatores como o alimento ingerido, o tipo, a quantidade e qualidade da atividade física, as ervas e especiarias ingeridas, os locais de exposição, etc, todos, importantíssimos para mantermos nosso corpo saudável e menos vulnerável.

Mesmo aqueles que seguem uma alimentação saudável, uma vida regrada, sem exageros, com atividade física regular devem estar atentos para os períodos de mudança.

A chegada do inverno é um dos períodos de maior vulnerabilidade. No inverno, o céu fica nublado e cinza, muitas vezes, o clima é frio, seco, ou chuvoso. A vida se move mais lentamente, os hábitos mudam, a noite chega mais cedo.

Doenças respiratórias, sinusites, rinites, gripes se tornam mais frequentes, assim como artrites, rigidez muscular, dores e ressecamento da pele.

Para isto, o ayurveda recomenda que o sistema imunológico deve ser fortalecido, o aparelho digestivo deve estar em equilíbrio para evitar formação e acúmulo de toxinas, já que nesta época temos a tendência a comer alimentos mais pesados e gordurosos.

Uma voracidade “anormal” por alimentos, ou melhor, um apetite mais constante e intenso torna-se frequente no inverno. "Desejos" por chocolates, café, bebidas quentes, ... Isto acontece porque o corpo contrai os poros da pele e dos tecidos superficiais para evitar a perda de calor, edireciona o calor dos tecidos periféricos para o núcleo do corpo, incluindo o estômago. O Agni e o apetite, tornam-se, portanto, mais fortes no inverno.
Paz e saúde a todos

Nenhum comentário: