sexta-feira, 9 de abril de 2010

Tempestade....


Os primeiros pingos anunciavam a revolução...

Um vento que antes que discreto, tranquilo, às vezes ativo, às vezes silencioso, às vezes sacudindo...Inflou seu ego, cresceu e empurrou a grande tempestade...

Juntos, o ventos e água ganharam forças... derrubaram pensamentos, derrubaram momentos, situações...destruíram tudo o que se via pela frente... Lord Shiva... grandes construções, pequenas construções, pessoas, vidas, tormentas...

Causaram dor, sofrimento, tristeza...

Causaram, abruptamente, mudanças, transformações, ações...

A lua tomou conta do dia, a escuridão apagou o sol, apagou cada raio, cada brilho...

Mas a grande tempestade passou... está passando, se transformando...

Novos dias de luz, de clareza, de vida... novas esperanças, novas conquistas...

Om namah shivaya