quarta-feira, 27 de junho de 2012

Neste sábado: Culinária Ayurvédica




                   Curso de culinária detox ayurvédico - Rio de Janeiro


CURSO DE CULINÁRIA DETOX 
com Laura Pires




                                                 Dia 30  de junho  de 2012

Horário: 9 às 13hr

Sopas, sucos, doces, lentilhas, arroz, legumes com especiarias, etc. A desintoxicação ayurvédica ajuda você a conhecer melhor as necessidades do seu corpo, elimina toxina e emagrece.

 LOCAL: Mise en place 

Estrada da Barra da Tijuca, nº 1.636 – Bloco B – Loja A – Itanhangá- Rio de Janeiro 

Inscrições antecipadas pelo tel:(21) 2491-4090 ou www.mepeg.com.br

Vagas limitadas 

Valor: R$ 180,00
 
Laura Pires
Terapeuta Alimentar Ayurvédica
http://buscadaessencia.blogspot.com/

terça-feira, 26 de junho de 2012

Krishnamacharya

“Inhale, and God approaches you. Hold the inhalation, and God remains with you. Exhale, and you approach God. Hold the exhalation, and surrender to God.”

"Inspire, e Deus se aproxima de você. Segure a inspiração e Deus permanece com você. Expire, e você se aproxima de Deus. Segure a expiração, e entregue-se a Deus".

Krishnamacharya

domingo, 24 de junho de 2012

Revist Serafina- Folha de São Paulo- Matéria Culinária Ayurvédica


24/06/2012 - 07h00
Terapeuta aiurvédica, Laura Pires ensina segredos da comida que cura
KARLA MONTEIRO
DO RIO

"Tudo o que entra em contato com os cinco sentidos é alimento", afirma Laura Pires, 31, ex-arquiteta que virou chef de culinária aiurvédica.

"Até o que você ouve pode equilibrar ou desequilibrar seu organismo. Você não se intoxica só com o que bota na boca", diz, enquanto pilota uma panela de bobó de pupunha fresca. Todo sábado, Laura ensina receitas e truques para uma plateia seleta na Barra da Tijuca. A atriz Grazi Massafera entusiasmou-se tanto que mudou a alimentação do seu Cauã Reymond. "Aprendi a comer, consumindo quase as mesmas coisas. Salada depois do prato principal, por exemplo, ajuda na digestão", diz Grazi.


A culinária aiurvédica nasceu na Índia, há mais de 5.000 anos. É irmã gêmea da ioga. E faz parte de um conjunto de práticas medicinais em que o fundamento, a base, é a desintoxicação.
No curso, Laura ensina desde pratos para o dia a dia até a utilização de especiarias que colaboram para o equilíbrio do organismo.

Foto: Gustavo Pellizzon

Laura percebeu que comida podia ser remédio depois de receber um diagnóstico de esclerose múltipla, em 2006
Entre uma receita e outra, solta dicas. Entre elas, não beber nada gelado, pois o corpo esfria e despende muita energia para reaquecer. Usar o "ghee", uma manteiga clarificada, carro-chefe do aiurveda, em vez de óleo. Cachacinha de gengibre com limão e mel facilita a digestão. Tudo segue a mesma lógica: harmonizar o funcionamento do corpo.

Febre entre os naturebas dos Estados Unidos e da Inglaterra, o aiurveda não é unanimidade. O endocrinologista Alberto Serfaty, do Rio de Janeiro, diz: "Não há verdade absoluta. Mas já se sabe que os alimentos previnem e alteram quadros clínicos. Mas é preciso agregar suplementos, como faz a medicina ortomolecular".

A turma que frequenta a cozinha de Laura, porém, aposta na comida. "Tinha pouca energia, minha digestão não era boa. E cansei de tomar remedinhos e voltar para os mesmos problemas", diz a corretora de investimentos Alice Maia.

Laura aprendeu que comida podia ser remédio depois de receber um diagnóstico dramático, em 2006: esclerose múltipla. Na época, morava no Rio e trabalhava em um escritório de arquitetura em São Paulo. Vivia na ponte aérea. "Eu era uma doida", resume.

RUMO À ÍNDIA

Um dia, acordou com a visão do olho esquerdo borrada. E logo vieram outros sintomas: paralisação parcial de um lado do corpo, perda da coordenação, fadiga. "Ia a médicos a cada dois, três dias", lembra.

"Uma noite, olhei para o meu marido e falei: 'Vamos para a Índia'. Ele pesquisava tratamentos alternativos e havia recebido um e-mail de um médico indiano."

Na Índia, Laura foi parar em um hospital de neurologia que trata os pacientes com o aiurveda. Por um mês, submeteu-se a um "panchakarma", sistema de "detox" radical. Desde então, voltou quatro vezes ao subcontinente asiático para tratamentos, fez cursos de formação em terapia aiurvédica e seguiu à risca as orientações.

Há quatro anos, ela diz, está livre dos sintomas: "Após dois anos, entrei em equilíbrio. O corpo tem uma tendência a se desequilibrar. Estou bem porque não entro mais na máquina. Se eu bobear, a doença volta".

Os limites são claros. Laura só trabalha três dias por semana. Às quartas e às sextas, atende no consultório. Aos sábados, dá aulas. Nunca ultrapassa seis horas diárias de labuta.
"Foi muito bom ter ficado doente porque enxerguei outra realidade. Isso é o que quero ensinar: a importância do estilo de vida", afirma.

Diante das panelas, a moça é alquimista. Com rapadura, faz um doce incrível. Com aveia, panquecas. Com manga, uma entrada apimentada. Com farinha integral e nozes, um bolo de lamber os beiços.

Numa manhã de sábado, ela ensinou 15 alunas a preparar um banquete para o organismo: "O segredo para o equilíbrio é mesmo aprender a relaxar. Comida ajuda, mas não resolve".


http://www1.folha.uol.com.br/serafina/1108552-terapeuta-aiurvedica-laura-pires-ensina-segredos-da-comida-que-cura.shtml

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Ayurveda para família no Rio de Janeiro




Durante o evento trarei informações para as pessoas que ainda não têm conhecimento sobre o Ayurveda, ou para aqueles que já o conhecem. Um final de semana onde aprenderão de maneira prática como utilizar esta sabedoria milenar da Índia na vida agitada da família moderna.
Mostrarei como podemos beneficiar a nós mesmos e toda a nossa família com estes conhecimentos na rotina diária. Ensinarei os fundamentos e o preparo de algumas receitas ayurvédicas (ghee, temperos, combinação de ervas, compostos, etc.) para situações cotidianas (gases, cortes, cólicas, contusões, etc.), a fim de obter equilíbrio na saúde e prevenir problemas futuros.


Também terão informações dos princípios básicos da medicina ayurvédica. E ainda a oportunidade de aprender a fazer uma auto-massagem, que revigora, relaxa, rejuvenesce, equilibra a saúde, deixa a pele mais vigorosa e os cabelos mais brilhosos.







Detalhes:
WORKSHOP – AYURVEDA PARA FAMÍLIA
Meios práticos de como utilizar a medicina milenar da Índia no dia-a-dia da
família moderna. com Laura Pires*
Dias: 14 e 15 de julho de 2012
Horários: Sábado das 9h às 12h e das 14h às 18h e
Domingo das 9h às 13h.
Local: Antaryamin - Copacabana - Rio de Janeiro
Inscrições e Informações: 21 8117 8513
buscadaessencia@yahoo.com
http://buscadaessencia.blogspot.com/
Valor: R$ 260,00




domingo, 17 de junho de 2012

Volta de NY


A vida é mesmo de constante aprendizado..
Todo mundo fala, filosofa quando volta das viagens...eu mesma sempre faço isso. E aqui estou novamente
Pois viajar, sair da nossa zona de conforto, da nossa rotina, do nosso dia a dia.. nos faz parar refletir... bom... o meu dia a dia já é bem assim.. minhas praticas de yoga, meditação, silencio, minha busca diária é mais ou menos assim... mas estava um pouco exausta mentalmente, muito trabalho, muitoooo estudo, e estava sentindo que ia “ pifar”... ainda mais depois de ter tido Dengue, e ainda quase ter que cancelar a viagem, já que um dia antes da viagem ainda tive que ir ao hospital...
E resolvi juntar o necessário e agradável... e fazer uma viagem bem diferente...muita gente não entendeu nada, você vai fazer o que em NY? Voce? Laura? Descansar em NY? Impossivel!!
Os EUA nunca foram meu destino favorito.. nunca quis visitar este pais. Tinha uma dificuldade em aceitar comportamentos, tendências, imposições... Mas a vida é isso ... não julgar...conhecer de perto... se permitir.
E lá fui eu para New York... o paraiso de muitas pessoas... todos me diziam !! você vai amar, não vai querer voltar.. e eu duvidava profundamente.
Mas minha experiência foi extremamente engrandecedora...
E caindo no clichê: nunca voltamos iguais depois de uma viagem... essa não foi diferente.
Meu principal proposito na verdade não foi passear, comprar, gastar tudo que podia e não podia e NY... claro que parte disso aconteceu... comi muito, mas muito mesmo. Os mercados e restaurantes foram meu destino principal nas poucas horas vagas... aproveitando para testar novos sabores, inspirar novas receitas, e testar meu próprio corpo.
Na verdade fui ajudar um pessoa muito especial... uma alma muito doce, pura escondida por traz de um homem duro, forte e arraigado a “sua cultura americana” , mas com a doce suavidade e espiritualidade de suas raízes indianas... Sofreu um grave acidente em 2010 com fraturas por todo o corpo, varias cirurgias, vários tratamentos, varias tentativas... e dia a dia vem recuperando gradativamente o movimento de uma das pernas que esta comprometida temporariamente.
Mostrar, e permitir a ele vivenciar 2 semanas de intenso ayurveda...em sua própria casa, tentando consolidar e intensificar na vida dele, em sua intensa rotina de trabalho , ter mais equilíbrio, ter mais saúde, ter mais vida. E sentir como esse tipo de cuidado, de sabedoria, pode facilitar e ajudar na sua completa recuperação e seguir o verdadeiro caminho da vida
Achei que NY ia me barrar em muitos sentidos... mas supreendentemente. Eu descobri uma NY , de muita paz, tranquilidade, comida muito saudável, fresca orgânica , barata e institutos de yoga fantásticos, clinicas ayurvédicas, silencio, saúde, contentamento, paz e muito respeito entre as pessoas...
Eu descobri uma NY que não se ve em guias de viagem, em sites de dicas de viagem, em lugar nenhum... eu descobri uma NY muito particular... muito gostosa, saborosa, transformadora, apaixonante, feliz...
Eu descobri uma Laura , cada vez mais capaz de se adaptar a qualquer situação... a qualquer experiência...a qualquer vida...
Eu descobri que ainda preciso mudar muito, crescer muito, transformar sempre!!!!
Jay Jay Life!!!