domingo, 2 de fevereiro de 2014

A respeito da continuação do meu tratamento. Desabafo....





O que eu tenho a compartilhar com vocês é que sim, meu tratamento é continuo e NÃO fiz a opção de ignorar nada...

Pelo contrário, eu fiz uma opção de vida que requer consciência, presença, foco e muita mas muita disciplina e cuidado

Eu não tenho a menor dúvida, que se não fizesse 1/3 dos tratamentos que faço e os cuidados diários que tenho com minha saúde a minha condição seria bem crítica e possivelmente estaria com sequelas e sintomas constantes de uma doença neurológica muito agressiva e séria

Apenas fiz a MINHA escolha de vida, baseada nas minhas crenças e na minha percepção.

Cada um faz a SUA própria escolha.

O meu tratamento, como já falei várias vezes, NÃO promete cura, e nenhum médico me prometeu a "tal cura" da doença.

O meu tratamento é para o resto da vida!!!!

Todos nós estamos em constante desequilíbrio e precisamos nos cuidar sempre, mas no caso de ter desenvolvido sintomas neurológicos muito fortes e em pouquíssimo tempo, eu preciso de cuidado redobrado.

Mês passado fez 8 anos que tive a crise mais forte e que desencadeou todo processo que vocês conhecem e está escrito no meu blog e no livro EM Busca DA CURA de Marcus Pessoa.

Hoje sei na verdade que cerca de 1 ano antes já tinha vários sintomas brandos mas não sabia. Achava que era estresse.

Mas enfim...
Hoje, em termos de "tratamento" eu tomo sim medicações Mas estas são todas trazidas da Índia. São feitas sem substancias químicas e são todas prescritas pelos médicos após minha internação anual no hospital. Este ano, trouxe medicação para 6 meses, e no restante do tempo, ficarei sem medicação oral.
Elas podem variar a cada ano, dependendo da minha condição.
Agora, de volta em casa, após minha 6ª internação, fico cuidando da minha rotina de hábitos saudáveis. Com yoga restaurativa, caminhadas, meditação, pranayamas, massagens com óleos medicados, alimentação rigorosa, horários para comer, dormir, etc...

Eu fiz esta opção na minha vida...

Eu não quero convencer ninguém que este ou aquele caminho é bom ou ruim. Apenas compartilhar minha experiência, que está sendo positiva ..

E para aqueles que DE VERDADE QUEREM e BUSCAM SAUDE para si próprios ou para outros, seria interessante tentar entender, compreender estudar outras formar de tratar ( no caso, da Ayurveda, que centenas de outras pessoas no mundo escolheram como aliado aos tratamentos ocidentais alopáticos) para talvez incorporar e ajudar a beneficiar outros seres que sofrem e ainda sofrerão, Ao invés apenas que querer só defender seus medicamentos e condutas.
É uma soma de situações que vai ajudar as pessoas e não uma única pílula. E como todos sabem não existe pílula milagrosa pra nada neste mundo.

Eu apenas me fortaleço ainda mais nesta caminhada

Mais amor em seus corações...
Sabedoria a todos...

6 comentários:

Ana Castilhos disse...

Laura, admiro sua busca e tenho muito respeito por tudo que está envolvido nesse caminho.
Continue forte!!
Namastê

Leyla disse...

Laura, nos conheceremos em breve. O seu exemplo me inspira a buscar formas mais saudáveis e profundas para manter o corpo e a alma em equilíbrio. Só que o caminho que você optou é real, exige um olhar para dentro, mas nem todo mundo quer encarar as suas próprias sombras. A preferência cega e exclusiva pelos remédios é a fulga ideal para quem se esconde de si mesmo e não quer de fato se conhecer. Beijos. Leyla

Fernanda Faraco disse...

Laura, eu passo por dificuldades na saúde, a muito tempo e no meio do ano fui informada que estava com cálculo na vesícula. A primeira reação de todos... precisas tirar a vesícula !!! Eu em nenhum momento tive esse como o caminho que iria seguir. Desde o primeiro instante na mesa do ultrassom, a primeira pergunta que fiz foi: " Preciso retirar a vesícula?" O instrumentos respondeu, podes tentar conviver com a situação se não queres remover tudo. Isso me levou a reflexões profundas e a certeza que conseguiria, com a bagagem de conhecimentos que eu havia adquirido, relativa a práticas alternativas de se obter saúde, e mergulhei em um profundo estudo, que não terminou ainda, de como fazer para que as pedras saiam, sem levar tudo junto. Encontrei pessoas maravilhosas em meu caminho, que me deram dicas preciosas e conheci o livro sobre Limpeza Hepática de Andreas Moritz. Como em minha vida também tive contato com a Ayurveda, há uns anos passados, resgatei junto hábitos de vida e em minha busca para aprofundar conhecimento, encontrei você. Seu livro é como um guia em minha cozinha, que sigo a risca em alguns momentos, mas que me é em outros, fonte de inspiração. Gostaria muito de tirar algumas dúvidas com você, se fosse possível, sobre pontos importantes de suas sugestões no livro. Sou de Florianópolis, SC e por minha condição atual, não posso me deslocar até o Rio de Janeiro para uma orientação pessoal. Gostaria muito de te conhecer e de trocar informações, experiências e compartilhar um pouco das aflições e belezas desse caminho de auto-cura e de busca pela verdadeira saúde. Sou imensamente grata por você partinhar tudo o que vem apreendendo e que a ajuda a estar melhor no mundo.

Anônimo disse...

Sua opção ti levou ao INTERIOR!!! Ao VERDADEIRO CONHECIMENTO!
E isso basta...
Paz e harmonia sempre.
Lilian

Fabiana Godoy Malaspina disse...

Oi Laura, estou adorando o seu blog. Não sei se ja postou sobre isto, mas tem como você fazer tipo um guia pra quem gostaria de realizar um panchacarma na India? Tipo com endereço de hospitais, como chegar, como marcar consulta e tratamento.
Grata,
Fabiana Malaspina

Anônimo disse...

Boa Tarde!

estou lendo o livro em busca da cura, e estou adorando....em breve pretendo adquirir o sabor da harmonia também...
admiro sua força nessa escolha, de mudar radicalmente sua vida, seus hábitos.A maioria das pessoas acabam desistindo dde lutar pela vida, pela saúde, quando o caminho se torna arduo...
até mais!